Projeto

Centro Gastronômico de Pelotas

O projeto do novo centro gastronômico inaugura-se do acender de um fogo cálido e amigo, gregário e gentil nos arredores da Praça Coronel Pedro Osório, no coração histórico da cidade de Pelotas-RS e, ao lado da antiga sede do Banco do Brasil, rapidamente converte-se na cozinha da cidade, a casa de todos nós. Intervenção discreta e elegante, insere-se no tecido urbano da região central da cidade gaúcha, procurando lidar com a densidade histórica do patrimônio construído a partir da ideia de continuidade, ao renovar as condições do espaço com a promoção de novos usos e dinâmicas urbanas: o edifício-cozinha surge anexo à sala de estar encarnada no antigo e restaurado edifício do Banco do Brasil, onde os tesouros da tradição serão celebrados em cuidadosa e pública exposição museográfica: um apelo à memória, de onde todos viemos e naturalmente retornaremos, veiculada no reconhecimento do alimento e da alimentação como portadores do legado cultural de um povo. (...) O novo edifício, valendo-se da técnica contemporânea, constrói-se de esbelta estrutura pré-fabricada em aço com fachada ventilada envolta por uma pele de policarbonato, cuja translucidez converte a dança poética de seu fogareiro fundamental em uma lanterna para a cidade, alinhavando-se com sua luz à vizinhança histórica. No contato com a preexistência, um volume de concreto aparente descansa, sóbrio, deixando o protagonismo para seu antecessor e abrigando as áreas molhadas servidoras de ambos os edifícios. Em reforço à metáfora da continuidade histórica e espacial, passarelas suspensas conectam e estabelecem a comunicação do corpo de concreto adossado à antiga sede ao edifício novo, onde concentrar-se-ão os usos educacionais.

Arquitetura

Pelotas, / RS

2022

Prêmio: Menção Honrosa ★

Organização:

IAB RS – Instituto de Arquitetos do Brasil

Equipe:

Murilo Gabriele

Antônio Brandão

Zé Beltrami

Miti Sameshima

Nicholas Holanda

frontal_corrigida.jpg
Maquete .jpg
Cena interna 03_pessoas.jpg
Diagonal externa 02.jpg